A Cura Pela Fé

Billy O Discípulo

Indik Billy Seixas a um Amigo

Indik Billy Seixas a um Amigo

Clik e Vote na Enquête

Clik e Vote na Enquête

Basta ter Fé para Em Si Mesmo

Basta ter Fé para Em Si Mesmo

Conversando com outro empresário bem sucedido, porém, que só possui a quarta série, mas, que tem o dom de negociar, esse me disse que tinha cinqüenta anos de idade e que nunca tinha ido a igreja e nem tinha aberto, se quer, a Bíblia para ler um só versículo. Mas, certo dia, quando pego de surpresa pelo inimigo pessoal (mente carnal), se viu muito doente, tomado pelo câncer que açambarcava o corpo.
Desesperado correu para a capital de São Paulo e procurou um “grande” médico, que graças à manifestação viva de Deus, esse disse a verdade para o empresário, “o que o salvou”.
Disse o empresário:
_ “Doutor qual a chance da minha cura, mediante esse valor tão alto que terei que pagar”?
O médico rapidamente disse-lhe:
_ “Olha, a nossa equipe é de ponta e o nosso remédio é de ponta, não é genérico, mas, confesso…, nenhuma chance”.
O empresário veio para casa desolado e quase entregue a própria sorte, mas como o recurso de “ponta” não valeria “nada”, ele procura o melhor médico de sua cidade e diz:
_ “Doutor qual é o tratamento e, que remédio irá me passar”?
Disse esse médico:
_ “Olha, aquele que todo mundo toma, genérico, quimioterapia…”.
O empresário, por mais uma vez, saiu desolado e quase no fim “em sua mente” e desesperado, sem nenhum recurso, cansado e muito triste, chega em casa e como última instância recorre a Bíblia (Deus).
Abre-a em Mateus:
_ “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-à”. Depois encontrou outras passagens como aquela da mulher que toca nas veste de Jesus no meio da multidão… Uma outra que lhe disse:
_ “Entre no quarto, feche a porta e de joelho, ore”…
Assim fez o empresário, sentindo tremer seu coração com tanto desejo em receber a Bênção de Deus, se considerando, também, um filho de Deus que merece a doce atenção do Pai…
Entrando em seu quarto, crendo no poder incognoscível de Deus, chorando de emoção e fé, caiu sobre o solo e agarrou-se ao lençol da cama e chorando em oração pediu:
_ “Deus, eis me aqui como o seu filho, estou agarrado em suas vestes (lençol) e peço-lhe humildemente, assim como fez à sua serva SENHOR, cura-me oh Pai, agora. Creio em sua misericórdia e poderosa Bênção e aceito-a agora a sua benevolência, amém…”.
Repetiu por três vezes a fervorosa oração e foi dormir cheio de convicção, de fé e sentia essa verdade em todo o seu corpo.
Dias depois, ele estava de volta ao trabalho e cheio de vida.
Esse é um grande homem, de muita coragem e fé, que nos cerve como exemplo de amor e verdade.
Esse limpou sua alma e falou com Deus dentro de sua grandeza, em espírito e em verdade, onde Deus se corresponde sobre o coração limpo, sem pensamentos e sem apego, de alma para alma. Esse negou a si mesmo por um momento único e eterno com Deus.
Deus se corresponde com o homem quando este pede em verdade e em espírito, porque está escrito e isso é uma verdade para todos.

Outro exemplo foi quando outro empresário disse-me que agiu errado (maltratando como cliente) uma moça e, depois quando ela se foi de sua empresa, mais que de pressa seguiu sua intuição que lhe falava:
_ “vá e peça-lhe perdão”.
Obedecendo-a, correu com seu carro e chegou à casa da moça quando ainda não havia chego, e para o seu pai que o atendeu, ele já foi contando o ocorrido e pedindo-lhe perdão sobre as lagrimas que caiam de seus sentimentos, do arrependimento, que o seu coração, que havia conhecido o amor e, que não poderia negá-lo jamais. Minutos depois a filha aparece e ele fez o mesmo com a moça, na presença do pai.
O erro é humano, mas, o perdão, é divino.

Em uma outra cidade estava fechando um contrato para fazer uma apresentação e, para a minha surpresa, quando de repente vejo o contratante se levantar mais que de pressa da mesa, pedindo-me licença e foi de encontro com um senhor bem velhinho.
Observando, pela curiosidade, pude presenciar uma das senas mais lindas que já vi em toda a minha vida (que me fez chorar).
Vi aquele homem beijar seu pai com uma alegria indescritível, preocupado com sua saúde, fazendo-lhe perguntas, abraçando-o ao mesmo tempo e com tanto carinho que me levou a perguntar:
_ Seu pai não mora aqui em sua cidade?
_ “Sim! Mora. Aqui bem pertinho, vejo-o todos os dias”…

Ao visitar um amigo empresário bem sucedido financeiramente, este já foi logo me dizendo:
_ “Meu amigo que bom te ver! Estou muito mal, sinto vontade de vomitar, tenho tontura, muitas dores no corpo, meus olhos escurecem e estou mesmo, muito mal e muito triste, não consigo controlar os meus próprios pensamentos…, até estava pensando em ir ao médico, pedir que me receitasse o (tarja preta)”…
Não tenho nada contra o médico, alias, o médico (neurologista) que ele estava para se dirigir é meu amigo pessoal. Mas, há àqueles que precisam de médicos e há àquele que não precisa.
Com vinte minutos de conversa mudei a sua energia e passou a se sentir bem e até me levou para que ministrasse para sua família que também estava com vários outros problemas.
Perguntei se era isso que ele queria para ele mesmo, se queria ouvir a massa (seus amigos) dizendo que ele estava ficando louco e que estava tomando tais remédios…
Se você não pensar por você a massa pensa e fará de você o que acharem que você é (um louco)! Tem certeza que é isso que quer?
_ “Não! Claro que não”!
Pois bem! Então lhe faça um favor e comece a acreditar em você e esquece o médico. Aquiete-vos a sua mente, você é teu Deus.
Onde está a doença…?

Adílson Palácio

Markcerto

Markcerto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s